quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

Instituto Ramagem acompanha o IV Encontro de Professsores/as de Ensino Religioso do Estado do Pará

Mesa de abertura
O evento está sendo realizado no auditório do Instituto de Ciência Jurídica da Universidade Federal do Pará (ICJ/UFPA) nos dias 15 e 16 de fevereiro de 2018. Há uma representação significativa de profissionais da área das ciências da religião de outros estados, além do Pará, como Acre, Amapá, Amazonas, Minas Gerais e São Paulo. A organização é da Associação dos Cientistas da Religião do Estado do Pará (ACREPA).
Busca-se elaborar a proposta curricular do Ensino Religioso para a Educação Básica do Estado do Pará, com base na Ciência da Religião e na Base Curricular Comum Nacional (BNCC), além de propor a criação de um Fórum Regional com a finalidade de promover debates sobre Ciência da Religião e Ensino Religioso no Norte do país.
Na manhã do primeiro dia, o professor Walter Júnior, da comissão da BNCC da Secretaria de Estado de Educação do Pará (SEDUC), relatou o processo de criação das diretrizes curriculares em âmbito estadual para ministração dos conteúdos do Ensino Religioso. A SEDUC demonstrou abertura em debater as propostas levantadas para implementação na Rede Estadual.
Prof. doutorando Matheus Costa
Em seguida, o professor doutorando Matheus Oliva da Costa abordou a necessidade de se utilizar as ferramentas acadêmicas das ciências da religião para fundamentar as Diretrizes Curriculares Nacionais do Ensino Religioso, afastando-se de métodos "moralistas" ou que partam da ideia inicial da existência do "transcendente". Pois, na sua proposta, deve-se buscar metodologias científicas específicas das ciências da religião.  Desta forma, pode-se observar a manifestação cultural das religiões, com interdisciplinaridade de conteúdos das outras áreas do conhecimento.

Texto e fotos: Instituto Ramagem

sexta-feira, 2 de fevereiro de 2018

Baixe o livro Diversidade e o campo da educação – diálogos sobre (in) tolerância religiosa – UNIFAP

Dentre os muitos desafios sociais da nova era está o da superação das mais diversas formas de intolerância. O tema foi posto em debate nas Ciências humanas e Sociais Aplicadas e tem alcançado espaço problematizador na sociedade, quando envolve questões políticas, de gênero, de raça, de orientação sexual e, com reflexos ampliados, na religião.
A humanidade, caracterizada hoje pelo individualismo e perfil homogeneizado, ofende e fragiliza ela própria ao negar a variedade e a complexidade do ser, do sentir, do crer e das inesgotáveis possibilidades de se transformar. Assim, a prática de desrespeito às muitas formas de crença, mina um direito fundamental do ser humano: a liberdade.
Um dos caminhos para garantir o direito à liberdade é o da Educação, por meio da produção do conhecimento, da ciência. É nesse contexto, portanto, que nasce o presente livro “Diversidade e o campo da educação – diálogos sobre (in) tolerância religiosa ”, fruto de problematizações levantadas no âmbito do Curso de Especialização em Gênero e Diversidade na Escola, ofertada pela Universidade Federal do Amapá – UNIFAP, com o apoio do Ministério da Educação.
A obra, que possui a participação de docentes pesquisadores de universidades brasileiras e da Associação de Ensino Religioso do Amapá, apresenta oito artigos distribuídos entre as temáticas do ensino religioso, sob vários olhares.

Livro – LIVRO – DIALOGOS SOBRE INTOLERANCIA

 
 
Fonte: IPFER

quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

Padre Henrique, força e serenidade na luta do povo

Sempre presente. Sempre disposto. Assim nos acostumamos encontrar o Pe. Henrique Leconte, francês da missão Oblatos de Maria Imaculada (OMI). Claro, sem esquecer seu sotaque arrastado que muitas vezes nos forçava perguntar mais de uma vez o que ele estava dizendo. Cultivava a pontualidade e bom humor em todos os encontros, seja nos cultos ecumênicos, nas vigílias em frente aos Tribunais de Justiça ou nas várias reuniões organizativas de atos a favor da melhoria da vida do povo excluído e perseguido.

Ainda em novembro passado, sofreu um infarto que debilitou sua saúde. E, hoje, 31 de janeiro de 2018, realizou sua "passagem".

Fica a memória de referência da sua espiritualidade que o possibilitava a olhar para os céus, mas sem esquecer as pessoas que mais sofrem, a importância da preservação natureza e a busca incessante de diálogo.

O Instituto Ramagem une-se aos grupos diversos que lamentam sua partida, mas se mantêm inspirados na sua vida engajada e no seu legado para continuarem firmes na luta por dias melhores.

Compartilhamos, abaixo, as seguintes informações do velório.

"Estimados irmãos e irmãs em Cristo,
.
Comunicamos que o velório do nosso amado irmão Pe. Henrique Leconte acontecerá a partir da tarde de hoje [31 de janeiro de 2018], por volta das 16h, na Comunidade Sementes do Verbo, na Travessa do Cruzeiro, 404, em Icoaraci [Belém do Pará].

Hoje
[31 de janeiro de 2018], às 20h, acontecerá o Culto Ecumênico no mesmo local do velório.
A MISSA de corpo presente acontecerá amanhã às 10h da manhã, na Igreja da Sementes do Verbo (mesmo local do velório) seguida do sepultamento, no Cemitério Parque das Palmeiras, em Marituba/PA.

Obs: haverá ônibus saindo de Icoaraci disponível para os que quiserem acompanhar o sepultamento até o cemitério, voltando ao final para Icoaraci".

Exposição “Os Caxinauás – Autonomia e Contato”, com obras do fotógrafo teuto-brasileiro Harald Schultz

O Governo do Pará, por meio da Secretaria de Estado de Cultura, do Sistema Integrado de Museus e Memoriais e do Museu do Estado do Pará, em parceria com o Instituto Goethe e Casa de Estudos Germânicos, convida para a abertura da exposição “Os Caxinauás – Autonomia e Contato”, com obras do fotógrafo teuto-brasileiro Harald Schultz.
 
A curadoria é das linguistas Eliane Camargo e Sabine Reiter em cooperação com Marcelino Piñedo, Alberto Roque Toribio, Hulício Moisés e outros integrantes do grupo Caxinauá. A coordenação artística é de Martin Juef. O vernissage se realiza no dia 01 de fevereiro de 2018, às 20h, nos jardins do Museu do Estado do Pará, e a exposição será instalada na Galeria Antônio Parreiras do Museu. 

SERVIÇO
Exposição Os Caxinauás – Autonomia e Contato
Abertura (vernissage): 01 de fevereiro de 2018, às 20h
Visitação: De 01 de fevereiro a 25 de março
Das 10h às 17h (ter a sex) e 9h às 13h (sáb e dom)
Local: Museu do Estado do Pará (Palácio Lauro Sodré - Praça Dom Pedro II, s/n, Cidade Velha, Belém-PA)
 
Fonte: Secult

terça-feira, 30 de janeiro de 2018

IV Encontro de Professores de Ensino Religioso do Estado do Pará

A Associação dos Cientistas da Religião do Pará (Acrepa) realizará, nos dias 15 e 16 de fevereiro, o “IV Encontro de Professores de Ensino Religioso do Estado do Pará”, no Instituto de Ciências Jurídicas (ICJ) da UFPA. O evento, criado em parceria com a UFPA e a Universidade Estadual do Pará (UEPA), visa debater e finalizar a elaboração do Currículo da Rede Estadual de Ensino. Voltadas para Professores e alunos de Ensino Religioso, as inscrições custam R$20 para docentes e R$15 para discentes, por meio do site. O evento oferta 20 horas de carga horária.

Programação - A partir das 8h, a programação do primeiro dia conta com a mesa Ciência da Religião e Ensino Religioso no Pará: formação inicial e continuada, propostas curriculares, pesquisas, práticas pedagógicas e profissionalização”. Após um intervalo, às 10h, ocorrerá o relato “Memórias das discussões curriculares entre Ciência da Religião e Educação”. Em seguida, com um intervalo para o almoço, serão apresentadas as palestras ”DCN do Ensino Religioso: uma proposta fundamentada na Ciência da Religião” e “Metodologias desenvolvidas pela genealogia intelectual da Ciência da Religião”. Por último, as professoras Rosilene Quaresma e Rosiane Barbosa mediarão um espaço de discussão curricular.
O segundo dia começará com a palestra “O Ensino Religioso na BNCC: Ciência da Religião e Educação em diálogo”, com o professor Sérgio Junqueira. Depois será realizado o segundo espaço de discussão curricular, sobre o planejamento para os anos finais do Ensino Fundamental. Durante a tarde, o evento contará com a mesa “O Ensino Religioso na Região Norte Pará”, composta por professores de diversos estados do Norte. Às 16h, ocorrerá o último Espaço de discussão curricular, dessa vez sobre o Ensino Médio, mediado pela professora Leila Melo. Para finalizar o evento, às 18h, será realizada uma atividade cultural, com o grupo Pitiú de Cobra.

Objetivos e Importância - Segundo o coordenador do evento, professor Devison Amorim do Nascimento, o principal objetivo do evento é “elaborar a proposta Curricular para o Ensino Religioso na Educação Básica do Pará, com diretrizes na Ciência da Religião e na Base Nacional Curricular Comum (BNCC), recém promulgada pelo MEC”. A criação desse modelo tem a importância de abordar o “respeito à diversidade cultural/religiosa do mundo e, principalmente, da Amazônia”, explica ele. Por isso, para o coordenador, os debates sobre a nova proposta curricular são essenciais.

Serviço: IV Encontro de Professores de Ensino Religioso do Estado do Pará”
Data: 15 e 16 de fevereiro de 2018

Local: Instituto de Ciências Jurídicas (ICJ) da UFPA, Campus Profissional
Inscrições: R$20 para docentes e R$15 para discentes, por meio do site.
Mais informações pelo e-mail houranarion@gmail.com/devisonascimento@gmail.com
Texto: Alice Palmeira - Assessoria de Comunicação da UFPA
Arte: Divulgação

quinta-feira, 25 de janeiro de 2018

3º Simpósio Internacional / 16º Simpósio Nacional da Associação Brasileira de História das Religiões (ABHR): Política, Religião e Diversidades: Educação e Espaço Público

Boas vindas ao 3º Simpósio Internacional / 16º Simpósio Nacional da Associação Brasileira de História das Religiões (ABHR): Política, Religião e Diversidades: Educação e Espaço Público
11 a 14 de outubro / 2018 / UFSC / Florianópolis

(Fora Temer e Fora Escola Sem Partido)


O tema do Simpósio é Política, Religião e Diversidades: Educação e Espaço PúblicoA escolha por esse tema tem como objetivo fomentar diálogos que valorizem e dignifiquem o respeito a todas as diversidades como elementos centrais dos processos de formação educacional e humana. Entendemos que em tempos de sucateamento do Ensino Público e do Ensino Particular, e de censura e perseguições político-ideológicas a docentes e estudantes, este tema seja de suma importância. Assim, este é um evento que toma partido da liberdade de pesquisa, docência e extensão, e da análise crítica e sensível da sociedade.
O 3º Simpósio Internacional / 16º Simpósio Nacional tem inscrições gratuitas. A participação em Minicursos e em Oficinas terá valores de contribuição específicos.
Nosso primeiro Conferencista confirmado é Tim Jensen, Presidente da Associação Internacional de História das Religiões (International Association for the History of Religions – IAHR) e Professor da Universidade do Sul da Dinamarca (University of Southern Denmark).
Estamos recebendo propostas de atividades acadêmicas / não-confessionais, não-religiosas, não-devocionais sobre quaisquer assuntos envolvendo o fenômeno religioso e quaisquer uma de suas interfaces. O Simpósio acolhe propostas em português e em espanhol. Participe.
Por enquanto estamos recebendo propostas de Grupos de Trabalho (GTs) e de Mesas Redondas. 


ATENÇÃO ÀS DATAS PARA PROPOSTAS DE ATIVIDADES
Até 14 de fevereiro de 2018 (Dia Internacional do Amor):
Propostas de Mesas Redondas (MRs) e de Grupos de Trabalho (GTs)
Veja as normas de propostas no menu à esquerda
________________________________________________________________________________________
De 1º de março a 10 de abril de 2018:
Propostas de Apresentação de Comunicação Oral em GT ou de Apresentação de Pôster em GT
________________________________________________________________________________________
Até 21 de maio de 2018 (Dia Mundial da Diversidade Cultural para o Diálogo e Desenvolvimento):
Propostas de Minicursos (MCs)
Propostas de Oficinas (OFs)
Propostas de atividades artísticas para o Fazendo Arte da ABHR
Concurso de Fotos da ABHR
Monitoria
Lançamento de Publicações (livros e revistas)
Stands de editoras e afins
Apoios institucionais e patrocínios de instituições acadêmicas (Programas de graduação e pós, grupos e laboratórios de pesquisa, dentre outros), de editoras e de empresas
________________________________________________________________________________________
De 15 de julho até 12 de outubro de 2018 (havendo vagas):
Participação em Minicurso e Participação em Oficina
(em breve serão divulgadas taxas de participação em Minicursos e em Oficinas)
Participação como Ouvinte (com direito a certificado)
________________________________________________________________________________________
Maiores informações no menu à esquerda, nas abas Inscreva-se! (em breve no site) e Cronograma e Normas de Propostas de Atividades.
Neste site você encontrará todas as informações sobre o 3º Simpósio Internacional / 16º Simpósio Nacional / 4º Simpósio Sul da ABHR, que ocorrerá nos dias 11, 12, 13 e 14 de outubro, na Universidade Federal de Santa Catarina. Contribua para que este evento seja um sucesso! Abraço cordial e nos vemos em Floripa!
Realização 
www.abhr.org.br
Apoios
Associações Parceiras e Revista da ABHR (Plura)
    FONAPER
Entidades filiadas à ABHR
 
Apoios Institucionais Acadêmicos

Seja parceirx desse evento!

domingo, 21 de janeiro de 2018

21 de janeiro: Dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa

Celebrado em 21 de janeiro, o Dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa é instituído pela Lei nº 11.635, de 27 de dezembro de 2007. 
A data rememora o dia do falecimento da Iyalorixá Mãe Gilda, do terreiro Axé Abassá de Ogum (BA), vítima de intolerância por ser praticante de religião de matriz africana.
A sacerdotisa foi acusada de charlatanismo, sua casa atacada e pessoas da comunidade foram agredidas.
Ela faleceu no dia 21 de janeiro de 2000, vítima de infarto.